Estudo da Fundação ProAcústica, em parceria com a Prefeitura de SP, monitorou 62 pontos da região Central de São Paulo.

Nível de ruídos dobra quando Minhocão está aberto para veículos

Nível de ruídos dobra quando Minhocão está aberto para veículos

Os moradores vizinhos ao Elevado João Goulart, conhecido como Minhocão, localizado na região Central de São Paulo, estão submetidos a níveis alarmantes de ruídos, de acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira para a Qualidade Acústica (ProAcústica).

A pesquisa feita pela ProAcústica, em parceria com a Prefeitura de São Paulo, monitorou 62 pontos da região Central da capital paulista. E revelou que o barulho provocado pelo trânsito na região apresenta níveis alarmantes e chega a dobrar quando o viaduto está aberto para carros.

Mapa indica nível de ruído no Minhocão — Foto: TV Globo/Reprodução

Mapa indica nível de ruído no Minhocão — Foto: TV Globo/Reprodução

“O mapa é importante para identificar as áreas mais ruidosas da cidade. Assim, o poder público identifica quais regiões precisam de algum tipo de plano de ação para diminuir o ruído e melhorar a qualidade de vida da população”, disse a gerente técnica da ProAcústica, Priscila da Silva Wunderlich, em entrevista ao SP1.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o barulho gera estresse e pode provocar ou aumentar o risco de infarto, pressão alta e diabetes. Para Priscila Wunderlich, o trânsito é o principal fator de poluição sonora que as pessoas estão expostas na cidade.

Nesta quarta-feira (24) celebra-se o Dia Internacional da Conscientização Contra o Ruído. Um medidor foi instalado dentro de um apartamento que se localiza nas proximidades do Minhocão. O resultado será exibido em um monitor na Praça Roosevelt, no Centro de São Paulo. Em homenagem a data acontecerá às 20h um manifesto a favor da redução de ruídos pelas ruas do centro de São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here